Ir para conteúdo

Empreendedora, doméstica, babá,…as muitas carreiras de uma mesma mulher

Quando o ano inicia o seu término, para recomeçar, muitas de nós fazemos as nossas avaliações anuais, para constatarmos, mais uma vez, que fomos levadas pelas circunstâncias. Os muitos projetos pessoais ficaram pela estrada, substituídos por outros “mais importantes”. No acúmulo das nossas negações femininas, cabe sempre mais e mais…e até quando?

Talvez estimuladas pelos tempos natalinos e de feliz ano novo, acreditamos que próximo ano será diferente. Que as nossas decisões para uma melhor qualidade de vida, para um relacionamento cúmplice com nosso marido, para uma relação respeitosa com os filhos, para ter mais tempo para nós mesmas, fazer a pós, para havermos mais prazer, serão finalmente cumpridas. Fazemos até a nossa Agenda de Prioridades Femininas! Neste novo ano acontecerá!

Será que não estamos repetindo o reino do faz de conta? Há mudanças em meus sentimentos em relação a mim mesma? Como me vejo, me percebo? Continuo sendo a super mulher, criada por mim, para negar-me? Onde estão os meus verdadeiros sonhos/objetivos? Que Valores de vida são importantes para mim? O que me diz o meu SER? Será que quero continuar a lutadora ou a Mulher que finalmente assume a sua Inteligência Emocional, única? Que entende o seu Poder de Escolhas com Autorresponsabilidade?

Eu sei que pago preços por todas as minhas ações! Qual o preço estou disposta a pagar para continuar a ter a vida mediana de provedora (muitas vezes), dona de casa, babá de filhos (muitos já adultos), com um relacionamento morno, sem expectativa, com brigas e mágoas (muitas vezes)… quase exaurida talvez seja hora de perceber que ainda há tempo!

Saiba que não existe certo ou errado! Tudo estará conformado com a sua decisão. É realmente uma questão de ESCOLHA! O que, de fato, você quer? Quais as suas aspirações, sonhos, desejos, objetivos? Antes de fazer qualquer planejamento, quer anual ou mensal, talvez, pela primeira vez, seja hora e lugar de pensar: quem sou? Qual a minha missão, propósito de vida? O que trouxe-me para este tempo presente, aqui e agora? O que eu posso fazer, a partir de hoje, para SER feliz e contribuir para o bem estar coletivo?

É hora de vir para o Centro de sua vida! Mude! Faça diferente do que fez até hoje! Comece por rir! Relativize as situações que você acredita sejam estressantes com marido, filhos, funcionários, chefes (você provavelmente atribui pesos bem maiores)… o “monstro é menos feio” do que a percepção criada por pensamentos e emoções correspondentes. Não é a realidade em si, e sim o que percebemos, com os nossos filtros, desta realidade que cria tantos conflitos emocionais! Pense nisso!

Os muitos papéis que assumiu, reveja-os. Pense quais realmente são fundamentais. O que você quer provar para você mesma? E para os outros? Qual a importância? Será que poderia substituir, tirar, mudar, criar? Sem arrogância e colocando-se no Centro da sua vida, faça as mudanças. Conforme a sua casa, seu trabalho, sua relação afetiva e sexual a partir de você. Nós mulheres somos tão poderosas que quando decidimos SER felizes o mundo todo respira aliviado, pois trazemos paz, harmonia, alegria…faça o teste e depois me fale. Eu agi assim e hoje impacto muitas famílias a partir de suas mulheres!

Um Caminho de Estrelas para você!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: